Nada platônico

Ao contrário da maioria das pessoas que conheço, eu não quero um amor para toda a vida.

Eu quero um amor para o último beijo, mesmo que esse aconteça todos os dias...

Eu quero o calor da despedida, mesmo que ela seja breve...

Eu quero dançar a beira do abismo que existe entre mim e o outro

E vez em quando tocá-lo só com a ponta dos dedos.

Érica Alcântara (08/2012)
@alcantaraaraujo

#ericaalcantara #escritora #boatarde #lembranças #escrever #amor #love #afeto  #historiasdocotidiano #historiasqueinspiram

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Preta sim, mulata jamais

Um passo de cada vez

Abandonado na UPA