Pele

Amo, silenciosamente, a tua pele
A tentação de arrancar do peito meu grito mudo
De devorar-te até restar: suor e suspiros

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Preta sim, mulata jamais

Um passo de cada vez

Abandonado na UPA