Almoço de sábado

Ele chega tardiamente na mesa do almoço, vira para a mulher e diz
- Sai pra lá que eu quero falar com o Jorge.
Ela se levanta, senta pra lá.
Ele quer dominar a conversa, tem o espírito do macho alfa. Manda onde os filhos sentam, como devem comer... Corta a carne com os braços levantados em forma de asas abertas.
A mulher parece sozinha, perdida no silêncio de cada garfada...


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Preta sim, mulata jamais

Um passo de cada vez

Abandonado na UPA