Presente

pronta para partir meu coração se despedaça
que farei sem meu dia a dia?
que farei sem a mesmice?
que serei eu diante do inesperado?
eu que tenho sido inesperada
até para mim mesma
sigo voo alto
e levo comigo só o necessário
o tempo presente.

18/06/2013

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Preta sim, mulata jamais

Um passo de cada vez

Abandonado na UPA