Camaleão

fiquei marrom
pintei o cabelo e a vista
o caminho é marrom
a estrada é de terra
e eu caminho por ela
eu finco meus pés no mundo
e devoro minhas lembranças
enquanto refaço o presente
em direção ao futuro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Preta sim, mulata jamais

Um passo de cada vez

Abandonado na UPA