Nunca encontrei um grupo que acreditasse num Deus tão bom que abdicasse de sua própria existência.
Uns acreditam por culpa e medo,
outros por que esperam o melhor para além vida.
E a vida? A vida escapa aos olhos, escorre por entre os dedos, evapora por entre as velas acesas e as imagens quebradas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Preta sim, mulata jamais

Um passo de cada vez

Abandonado na UPA